Embalagem de protecção

Dust Cover

EN ISO 11607-1

A embalagem de protecção recomendada.

Embalagens de proteção para manutenção do estado estéril (vulgarmente designadas por “dust covers”) podem ser utilizadas para proteger e incrementar o período de validade dos sistemas de embalagem ou dos sistemas de barreira estéril, sendo especialmente indicadas para dispositivos estéreis sujeitos a desafios ambientais ou a múltiplas manipulações antes da sua utilização. Apenas dispositivos especificamente etiquetados como embalagens de protecção para manutenção dos estado estéril devem ser utilizados com este fim.

Uma embalagem de protecção para manutenção dos estado estéril ou “dust cover” deve estar claramente designada como tal para prevenir que não seja confundida com uma embalagem estéril. As embalagens de protecção para manutenção do estado estéril são concebidas para providenciar protecção contra elementos exteriores (ex. pó) e não para providenciar uma barreira microbiológica.

Se as embalagens de protecção para manutenção do estado estéril são aplicadas a embalagens esterilizadas, as mesmas devem ser aplicadas o mais cedo possível após o processo de esterilização, mas nunca antes de as embalagens estéreis estarem totalmente frias e secas.

 

As embalagens de protecção para manutenção do estado estéril podem ser encerradas por meio de uma termo-seladora específica para selar plástico com plástico ou utilizando um método alternativo que é igualmente eficaz: o encerramento com auto-adesivo.

O lote ou número de controlo da carga e a data de validade devem ser claramente visíveis através da embalagem de protecção para manutenção do estado estéril, caso contrário uma etiqueta adicional deve ser aposta na embalagem de protecção para manutenção do estado estéril.

Polipropileno de elevada transparência

e encerramento auto-adesivo.

O polipropileno proporciona uma barreira quer à humidade quer ao pó. Esta barreira pode ser necessária para preservar a integridade do estado estéril da embalagem, especialmente de uma que não vai ser imediatamente utilizada ou que irá estar sujeita a ambientes não controlados (ex. durante o transporte entre instalações/serviços). Como as embalagens de protecção para manutenção do estado estéril são aplicadas após o processo de esterilização, a superfície exterior do sistema de embalagem/sistema de barreira estéril deve ser considerada contaminada e portanto não estéril devendo este facto ser levado em conta para efeitos de apresentação estéril.

 

Para ser uma barreira efectiva a embalagem de protecção para manutenção do estado estéril tem de ser encerrada.

Dust Cover é uma embalagem de protecção, de acordo com a EN ISO 11607-1, em forma de saco pré-cortado plano com fecho auto-adesivo, com duas faces de polipropileno de elevada transparência, para embalagem de dispositivos médicos ou outros, esterilizados ou descontaminados, permitindo a constituição de sistema de embalagem de acordo com a EN ISO 11607-1.

Dust Cover tem como principais características:

  • ser constituído por polipropileno 50 µm;

  • possuir um fecho auto-adesivo de elevada qualidade que pode ser aberto e fechado por diversas vezes;

  • ter duas faces em polipropileno de elevada transparência permitindo a correcta visualização do seu conteúdo;

  • possuir local apropriado para identificação;

  • possuir uma boa resistência mecânica reduzindo os custos associados ao reprocessamento.

A utilização de Dust Cover como embalagem de protecção para manutenção do estado estéril é especialmente recomendada para sistemas de barreira estéril que contêm dispositivos com pouca rotação, uma vez que assegura o prazo de validade dos mesmos. 

A sua utilização é ainda importante para agrupar dispositivos destinados ao mesmo serviço, podendo ser retirados conforme as necessidades graças à elevada qualidade do adesivo.

Dust Cover  deve ser sempre aplicado quando as condições de armazenagem e/ou transporte não estão optimizadas.

Dust Cover

A embalagem com tripla função.

Por via das suas características Dust Cover pode ser utilizado em três funções:

  • como embalagem de protecção para manutenção do estado estéril;

  • como embalagem para regresso dos dispositivos contaminados ao serviço de esterilização, pois a qualidade do seu adesivo permite ser aberto e fechado diversas vezes;

  • como embalagem de protecção de dispositivos descontaminados mas que não necessitam de ser esterilizados, permitindo-lhe dar cumprimento por exemplo à recomendação nº90 da German Society of Sterile Supply (DGSV), sobre embalagem de dispositivos descontaminados: "DISINFECTED DEVICES should be packed in suitable full-plastic packaging and not in sterile supply packaging."

Deve-se ter presente que está vedada a utilização de sacos de material plástico não validados como embalagem de protecção conforme a EN ISO 11607-1 e cuja carga microbiana seja desconhecida para a embalagem de dispositivos desinfectados e não esterilizados.

ver referências Dust Cover >